Após cortar cabelo de graça, homem ainda rouba o barbeiro


Maíra Soares

A última quarta-feira parecia um dia normal na vida do barbeiro Geraldo Donisete Moreira dos Anjos, 47 anos. Eram 17h45 e ele estava prestes a fechar seu pequeno salão na quadra 17, da rua Padre Anchieta, na Bela Vista, em Bauru. Foi quando apareceu um homem pedindo para cortar o cabelo, alegando que não tinha dinheiro para pagar o serviço. Como o conhecia de vista e sabia que ele morava nos arredores, Geraldo disse que faria o serviço de graça. Após o corte, o homem sacou uma faca, o ameaçou, anunciou o assalto e levou R$ 50,00 do barbeiro.

Aparar o cabelo na barbearia de Geraldo custa apenas R$ 5,00 e ele alega que a quantia levada lhe fará falta. “Me divorciei recentemente, pago aluguel, pago pensão. Esta situação torna a minha vida ainda mais difícil. O povo acha que porque comprei uma moto estou cheio de dinheiro”, reclama o barbeiro, que revende cosméticos para complementar a renda.

Geraldo pensa, inclusive, em fechar seu salão, que por sinal nem foi aberto ontem, uma vez que o proprietário estava às voltas com a polícia e com o advogado. “Essa não foi a primeira vez que isso (roubo) aconteceu comigo. Já teve outras tentativas, mas eu consegui escapar de todas elas”, desabafa.

Apesar de, claro, reclamar do acontecido, o barbeiro disse que não deixará de ajudar quem precisa. “A gente não pode ter medo, nem ficar abalado. Tem que ter fé em Jeová e enfrentar as coisas. Onde eu tiver espaço e precisarem da minha ajuda, eu estarei presente. Agora, quando eu souber que tem antecedentes, não vou ajudar não. A gente ajuda quando acha que a pessoa merece, não gente que vem abusar da nossa bondade”, finaliza.

A polícia realizou buscas à procura do suspeito do crime, que tem antecedentes criminais por roubo, mas até o final da tarde de ontem não o havia localizado. Segundo Geraldo, o ladrão é pardo, magro, tem 1,70 metro de altura, olhos castanhos, cabelos castanhos lisos e curtos. Na tarde de ontem, o barbeiro compareceu à Delegacia de Investigações Gerais (DIG), onde identificou por fotografias o assaltante. As buscas policias continuam.

Link Original: http://www.jcnet.com.br/editorias/detalhe_policia.php?codigo=159208

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: