Testemunha de Jeová queixa-se por receber transfusão


Tribunal canadiano diz que decisão clínica foi correcta por estar em risco a vida da menor
O Supremo Tribunal do Canadá rejeitou esta sexta-feira dar razão a uma queixa de uma rapariga de Manitoba, testemunha de Jeová, que disse que os seus direitos foram violados quando foi forçada a fazer uma transfusão de sangue contra a sua vontade, devido ao facto de ser menor.

O tribunal sublinhou que, de nenhuma forma, uma criança ter a permissão de tomar uma decisão que ponha em risco a sua vida.

O tribunal de Manitoba determinou em 2006 que a jovem, então com 14 anos e que sofre da doença de Crohn, recebesse uma transfusão sanguínea, devido a uma hemorragia interna, por achar que a sua vida corria perigo. Esta considerou que a transfusão violava a «vontade de Deus».

«Já disse que foi como se tivesse sido violada», disse a jovem à «CBC». «Partiram-me o coração quando não me deixaram decidir, tanto mais que sou contra as transfusões e sabia que não eram necessárias», acrescentou.

Link Original: http://diario.iol.pt/internacional/tvi24-internacional-religiao-canada-tribunais-justica/1072187-4073.html

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: