Jeovás reúnem-se no Estádio Nacional


Milhares de Testemunhas de Jeová encontram-se a partir de hoje, sexta-feira, em Lisboa numa reunião em que 67 candidatos serão baptizados. Os riscos de contágio com gripe A não alarmam a organização que, porém, lançou a reflexão “Mantenha-se vigilante”.

António Fernandes agradece à associação Testemunhas de Jeová ter-lhe dado a conhecer o que qualifica de “verdade bíblica”. Há 30 anos este sacristão de missa diária, hoje já reformado, filho de pais católicos e irmão de um sacerdote obediente ao Papa, ouviu a evangelização de duas “testemunhas” e iniciou um percurso que duraria 12 anos até receber o baptismo jeová.

Milhares de Testemunhas de Jeová reúnem-se a partir de hoje no Estádio Nacional sob o lema “Mantenha-se Vigilante!”. NAmanhã, decorre a cerimónia de baptismo de novas “testemunhas”, estando previsto, segundo informaçãoda agência Lusa, que 67 pessoas sejam imersas em água para simbolizar a lavagem e renascimento para uma vida nova.

“Não foi fácil porque eu pensava que sabia tudo, que ninguém me ensinava nada!”, recorda ao JN António Fernandes enquanto fala dos tempos vividos antes do baptismo. Mas as dificuldades não se reduziram a ter que alterar verdades intelectuais há muito enraizadas. Os irmãos, católicos praticantes, opuseram-se à “fuga” de António para outro credo. E essa dificuldade ainda não está sarada.

As verdades sobre a vida, a morte, a alma, o bem e o mal “alteraram-se completamente” desde que começou as sessões de estudo bíblico. O método seguido é o da perscrutação das escrituras com o auxílio de um compêndio que condensa a doutrina.

Para as Testemunhas de Jeová, a leitura das profecias bíblicas é central para “o aumento da sabedoria e o conhecimento da verdade” assegura António Fernandes.

O lema “Mantenha-se Vigilante!” é disso um exemplo. O discernimento do final dos tempos faz-se com base na Bília e a adequação à realidade actual. Assim, a crise financeira mundial e a pandemia de gripe são dois “sinais” em relação aos quais uma Testemunha de Jeová não pode deixar de estar “vigilante”.

“Comecei a ver a vida futura de uma nova maneira”, sublinha António Fernandes. “Sinto-me melhor comigo mesmo porque encontrei o verdadeiro Deus”, acrescenta, reconhecendo, porém, o mesmo dos católicos: “Aquele que se prontificou em nos vir salvar”.

Segundo informou à Lusa o porta-voz da associação, Pedro Candeias, existem cerca de 50 mil Testemunhas de Jeová registadas em Portugal, embora o número de pessoas que particia nas actividades chegue aos 100 mil.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: