Conflito religioso na Nigéria tem mais de 700 mortos em cinco dias


O país mais populoso da África tem 148 milhões de habitantes, metade é de muçulmanos.

Os números são assustadores: 700 mortos em cinco dias de conflito religioso em Maiduguri, capital do estado de Borno, no norte da Nigéria.

A organização islâmica radical Boko Haram, conhecida como o talibã nigeriano, foi a responsável por invadir prédios públicos, queimar carros e aprisionar mulheres e crianças. Boko Haram, que significa a educação ocidental é pecaminosa, não aceita escolas que não seguem a orientação islâmica.

Desde a prisão e do assassinato do líder do grupo pelo governo, há uma semana, os atentados e mortes começaram. A presença de jornalistas na região é mínima. Há poucas imagens e fotos.

O conflito se espalhou por outros seis estados. Segundo a Cruz Vermelha, o número de mortos é maior do que o divulgado. Há corpos espalhados pelas ruas de várias cidades. Há pelo menos 3,5 mil pessoas desalojadas, impedidas de voltar para casa. Grupos de defesa dos direitos humanos criticaram a ação tardia e desastrosa do governo da Nigéria que não conseguiu evitar esse massacre.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: