Testemunhas de Jeová detidas no Tadjiquistão (EN)


Dushanbe, 25 de setembro, a Interfax – Polícia em Khujand, norte do Tajiquistão, prenderam 17 seguidores das Testemunhas de Jeová, que são proibidos no país, informou o Ministério do Interior nesta sexta-feira à Interfax.

“Eles usavam as casas como lugar de culto, que é proibido por lei”, disse ele.

A polícia também achou na casa a literatura da organização, que o Ministério do Interior acredita que continha “animosidade para com outras confissões religiosas”, disse ele.

“Todas as pessoas detidas podem enfrentar acusações nos termos do artigo 189 do Código Penal Tajiquistão”, disse a fonte.

Artigo 189, “Incitar o ódio étnico-racial, religioso ou local”, prevê a punição para um período entre cinco a 12 anos de prisão. Normalmente, este artigo é aplicado no Tajiquistão contra os seguidores do Hizb ut-Tahrir festa religiosa, o que exige a derrubada de todos os governos atuais nas repúblicas da Ásia Central e da formação de Halifat islâmico.

Esta é a primeira detenção, contra as Testemunhas de Jeová desde outubro de 2007, quando o país proibiu esta organização, que em certos países, é classificado como uma seita. A principal razão para esta proibição foi a ampla atividade missionária das Testemunhas , disseram as autoridades.

Tradução Google

Jehovah’s Witnesses followers detained in Tajikistan

Dushanbe, September 25, Interfax – Police in Khujand, northern Tajikistan, detained 17 followers of the Jehovah’s Witnesses, who are banned in this country, a source at the country’s Interior Ministry told Interfax on Friday.

“They were using the houses as a place of worship, which is banned by law,” he said.

Police also found in the house the organization’s literature, which the Interior Ministry believes contained “animosity towards other religious confessions,” he said.

“All the detained persons could face charges under Article 189 of the Tajikistan Penal Code,” the source said.

Article 189, “Inciting ethnic, racial, local or religious hatred,” provides for a punishment for a period between five to 12 years of imprisonment. Normally, this article is applied in Tajikistan against the followers of the Hizb ut-Tahrir religious party, which calls for the overthrow of all current governments in the Central Asian republics and the formation of Islamic Halifat.

This is the first such detention of Jehovah’s Witnesses since October 2007, when the country banned this organization which in certain countries is classified as a sect. The main reason for this ban was the Witnesses’ broad missionary activity, the authorities said.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: