Washington publica relatório de liberdade religiosa


O documento, compilado pelo Departamento de Estado, é uma das mais importantes análises do estado da liberdade religiosa no mundo.

Hillary Clinton apresentou ontem o mais recente relatório do Departamento de Estado sobre a liberdade religiosa no mundo, destacando pela negativa países como a Coreia do Norte, Myanmar, Eritreia e Arábia Saudita.

Os países assinalados pelas más práticas vão parar a uma lista negra e podem ser alvo de sanções e pressão por parte do Governo americano para melhorarem o seu registo.

Pela positiva foram destacados os países que organizaram e promoveram o diálogo inter-religioso, como Espanha e a Jordânia. Mas estes factos ficam à sombra dos muitos atropelos aos direitos dos fiéis, de diferentes religiões, que existem no mundo.

Um dos piores casos diz respeito à Coreia do Norte, que consta da lista negra desde 2001. Cento e cinquenta mil a duzentas mil pessoas estão em campos de prisioneiros, segundo o relatório, muitas por questões religiosas num país onde a liberdade de culto simplesmente não existe.

O Irão e a Arábia Saudita foram ambas criticadas pelos seus regimes religiosos repressivos, e a China mereceu críticas particulares pelo tratamento de budistas no Tibete e muçulmanos da etnia Uígur na região de Xinjiang.

O relatório está disponível online, dividido por continentes e países. Portugal também consta, mas sem qualquer reparo ou alteração ao seu estatuto anterior.

Link original: http://www.rr.pt/informacao_detalhe.aspx?fid=95&did=76696

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: