Duas mil Testemunhas de Jeová se reúnem para cultivar o espírito e proteger o coração


Para as duas mil pessoas que lotaram ontem o ginásio de esportes Espelho D%u2019Água, em Brazlândia, a busca por conquistas materiais está longe de ser a prioridade em suas vidas. Sob um forte calor, todos mantiveram-se atentos aos ensinamentos passados em simpósios e palestras da Assembleia de Circuito das Testemunhas de Jeová. %u201CO mundo de hoje é muito materialista e é preciso estarmos em um constante estado de vigilância para não perdermos nossa espiritualidade%u201D, afirma Adolf Wuttke, superintendente distrital e supervisor da congregação no Distrito Federal e nos estado de Goiás e Minas Gerais.

Durante dois dias, os seguidores da doutrina %u2014 moradores do Plano Piloto, Guará e São Sebastião %u2014 receberam informações sobre temas como %u201CConcentre-se em atividades espirituais%u201D e %u201CMais do que qualquer outra coisa, proteja seu coração%u201D. Hoje, apenas no Distrito Federal, a comunidade religiosa possui cerca de 20 mil adeptos. No Brasil, o número já ultrapassa os 700 mil; em todo mundo, são 7,3 milhões de seguidores. As testemunhas de Jeová não possuem líderes espirituais. Para eles, a única autoridade é a Bíblia.

Alguns, no entanto, assumem a organização das atividades do grupo e passam a ser chamados de anciãos. Deles, não é exigido celibato e nenhum recebe salário. Aos 33 anos, Leandro Valadares já é um ancião da doutrina. Apesar da pesada rotina de trabalho como procurador da Advocacia-Geral da União (AGU), ele encontra tempo para se dedicar à vida espiritual. Ao lado da mulher, a empresária Karla Valadares, a cada mês passa cerca de 70 horas em atividades religiosas. Uma delas é a pregação em presídios, que, para a satisfação de Leandro, vem rendendo frutos. %u201CAs pessoas hoje estão muito carentes e gostam quando alguém lhes dá atenção.%u201D

A história do romeno Adrian Mihai Dascalu, 19 anos, é prova dos bons resultados do esforço de Leandro. Preso em 2007, no Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek, quando tentava embarcar para seu país de origem com cocaína, ele tornou-se testemunha de Jeová durante estudos bíblicos na Papuda. Hoje, solto e esperando os trâmites legais para voltar para a cidadezinha de Baia Mare, onde vivia com a mãe, está hospedado na casa de Leandro e Karla, na Asa Sul. %u201CDescobri a verdade e despertei para uma nova vida%u201D, conta em bom português.

Para saber mais
Nem Natal, nem Páscoa

As testemunhas de Jeová compõem uma comunidade religiosa com mais de 7,3 milhões de adeptos em 236 países. Todas as práticas e doutrinas são baseadas na Bíblia. Não adoram símbolos nem santos, apenas Jeová %u2014 Deus %u2014 e são seguidores de Jesus Cristo. As atividades da congregação foram iniciadas na década de 1870, no estado da Pensilvânia, Estados Unidos. Não há hierarquia entre os membros nem cobrança de dízimo. Além do estudo da Bíblia %u2014 feito duas vezes por semana em reuniões coletivas e também pelas família em suas casas semanalmente %u2014, eles fazem serviços de assistência social e oferecem cursos domiciliares de estudos bíblicos. As testemunhas de Jeová não acreditam na Santíssima Trindade, não celebram o Natal nem a Páscoa e não aceitam a realização de transfusões de sangue. Em relação à contracepção, não são contrários ao uso de métodos que impedem a gravidez, desde que não provoquem aborto.

Link original: http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia182/2009/12/21/cidades,i=162197/DUAS+MIL+TESTEMUNHAS+DE+JEOVA+SE+REUNEM+PARA+CULTIVAR+O+ESPIRITO+E+PROTEGER+O+CORACAO.shtml

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: