Criança é impedida de receber sangue


O desespero de uma família entre salvar a vida de uma criança de dois anos e o respeito a preceitos religiosos repercutiu na opinião pública de Altamira. A Justiça precisou interferir, a pedido da mãe, para que a criança recebesse uma transfusão de sangue, já que o pai do garoto é Testemunha de Jeová, religião que proíbe essa ação.

A criança de dois anos está internada na UTI pediátrica do Hospital Regional da Transamazônica desde o último dia 4. De acordo com o conselho tutelar, os médicos que atenderam o menino afirmaram que o estado de saúde dele é grave. Os exames comprovam anemia crônica, diarreia e desnutrição, o que exigia imediatamente uma transfusão de sangue.

Enquanto a conselheira tutelar Málaque Maud, que acompanha o caso desde o início, declarava o medo de que a criança viesse a morrer se não fosse feito nada, um documento foi feito pelo pai do menino e entregue aos médicos, declarando a religião dele e proibindo qualquer transfusão de sangue.

REAÇÕES

A decisão do pai do menino em não autorizar a transfusão provocou reações de revolta entre os familiares. A avó da criança acusou o pai de negligência e culpou a religião dele. “Será que Deus quer que o filho dele morra? Isso não é normal, não”.

Acionado pelo conselho tutelar, o juiz Geraldo Neves Leite, da Vara da Infância e Juventude de Altamira, decidiu pela transfusão, autorizando os médicos a tratarem o garoto mesmo contra a vontade do pai.

A transfusão foi feita logo em seguida à decisão judicial. A criança passa bem, mas deve ficar ainda por cerca de duas semanas no hospital, em observação.

O pai do garoto foi procurado pelo DIÁRIO, mas não quis falar sobre o assunto. (Diário do Pará)

Link original: http://diariodopara.diarioonline.com.br/N-128069-+CRIANCA+E+IMPEDIDA+DE+RECEBER+SANGUE.html

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Anúncios

2 responses to this post.

  1. Posted by Joice Bezerra on 24/02/2011 at 23:43:15

    Caros
    Não é a religião quem proibe a transfusão de sangue.É a bíblia. A bíblia é clara nesse sentido. A criança não foi impedida de receber sangue, na verdade, ela foi OBRIGADA a receber sangue por uma medida judicial.

    Curtir

  2. Posted by edson on 20/07/2014 at 16:30:55

    o pai tem toda responsabilidade de decidir em favor de suas conviccoes religiosas a juiza nao tinha o direito de ir contra a decisao do pai ,afinal qual e’ a diferenca daqueles que permite seus filhos morrerem numa guerra ;afinal o pai por ser um estudante da biblia tem base na decisao que tomou.sera que essa transfusao ira garantir vida eterna,ao menino.claro que nao

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: