Faleceu o padre Diogo da Chamusca (PT)


O padre Fernando Diogo, que foi pároco da Chamusca e do Pinheiro Grande durante cerca de 50 anos, faleceu na terça-feira, 8 de Março, no lar da Santa Casa da Misericórdia da Chamusca onde vivia. O funeral realizou-se na manhã de quarta-feira na Chamusca.

Natural de Santa Isabel, Lisboa, onde nasceu a 27 de Março de 1918, Fernando Diogo foi ordenado sacerdote a 6 de Julho de 1941. Iniciou o trabalho apostólico como pároco de Bombarral e Roliça em 19 de Setembro de 1941. A 19 de Janeiro de 1956 foi investido pároco de Chamusca e Pinheiro Grande, tendo cessado funções em 17 de Setembro de 2004 por motivos de idade. Era muito popular nas suas paróquias e tinha uma relação muito próxima com as populações.

Numa entrevista a O MIRANTE, em Março de 1998, no dia em que completou oitenta anos, o padre Diogo confessou que quando era jovem hesitou entre ir para a Marinha ou ser padre e que nunca se arrependeu da escolha que acabou por fazer. “Quem acabou para ir para a Marinha foi o meu amigo de confidências, Leonel Cardoso”.

Fernando Diogo era amante de fados e de touradas mas apenas pelos momentos de convívio que aquelas actividades proporcionavam. Sobre as touradas disse: “Eu não percebo muito daquilo. Acabo por aceitar porque é uma tradição embora eu não quisesse estar no lugar do toiro e, pela minha sensibilidade, também não seja capaz de me imaginar no lugar do toureiro”.

Adepto fervoroso da ironia e do humor terminou a entrevista a contar a história do dia em que um casal lhe bateu à porta e ela mandou entrar convencido que tinham algum problema para lhe expor. Só depois é que descobriu que se tratavam de Testemunhas de Jeová. “Aceitei falar com eles mas pus-lhes uma condição: “Não me queiram converter!”

Diga o que pensa sobre este Artigo. O seu comentário será enviado directamente para a redacção de O MIRANTE.

Link original: http://semanal.omirante.pt/index.asp?idEdicao=486&id=72661&idSeccao=7854&Action=noticia

Anúncios

One response to this post.

  1. Muito interessante a historia desse padre. Com certeza foi uma pessoa razoavel a sem preconceito, O fato de se ouvir uma mensagem biblica não é nenhuma anormalidade. As ideias de nosso semelhante pode parecer as vezes esquisitas mas, temos que adimitir que as esquisitices nossas pode tambem ser curiosas para nosso semelhante.
    Nas divergencias não precisa ser necessariamente inimigas. Conflitos nem sempre significa guerra.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: