Justiça determina que filho de testemunhas de Jeová faça transfusão de sangue


A Advocacia-Geral da União conseguiu nesta sexta-feira uma autorização judicial para que um recém-nascido possa fazer um transfusão de sangue. O bebê, de 29 dias de vida, nasceu de parto prematuro, com quadro clínico de insuficiência renal e anemia grave. A criança já foi encaminhada para o setor de transfusão para receber o tratamento.

Os pais do bebê, seguidores da comunidade religiosa Testemunha de Jeová, não autorizaram a equipe médica do Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Goiás a fazer o tratamento. Porém, devido ao estado grave da saúde da criança, que corre o risco de morrer, o diretor-geral do Hospital acionou na última terça-feira os procuradores da AGU que atuam no estado.

No mesmo dia, os procuradores entraram com uma ação solicitando autorização para realizar a doação de sangue ao bebê e todos os procedimentos médicos e cirúrgicos necessários para a sobrevivência dele.

A Justiça Federal da 8ª Vara de Goiás recebeu os argumentos concedendo liminar ao hospital para realizar os procedimentos e destacou que o princípio do “direito à vida deve prevalecer sobre o princípio de liberdade de crença”.

Link original: http://www.sidneyrezende.com/noticia/137121+justica+determina+que+filho+de+testemunhas+de+jeova+faca+transfusao+de+sangue

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: