Decisão do TEDH no caso Testemunhas de Jeová contra a Rússia torna-se definitiva (Inglês)


MOSCOU, 18 nov (RAPSI) – Na terça-feira, A Grande Câmara do Tribunal Europeu de Direitos Humanos confirmou que as autoridades russas violaram os direitos de um grupo de Testemunhas de Jeová de Moscou, em 2006, de acordo com registros do tribunal.

De acordo com o comunicado de imprensa do tribunal, em 2006, centenas de membros da ordem religiosa, incluindo os quatro candidatos se reuniram para uma celebração do Memorial da Refeição Noturna do Senhor, uma ocasião de grande significado religioso significativo para as Testemunhas de Jeová. Pouco depois, a reunião foi interrompida por uma grande força de polícia de choque, que cercou o prédio. 14 homens, incluindo os quatro candidatos, foram levados em custodia pela polícia.

Os candidatos reclamaram sobre as ações da polícia e do rompimento da cerimônia em tribunais russos, mas sem sucesso. Julgamento final, feita pelo Tribunal da Cidade de Moscou, em 22 de março de 2007 li que as ações policiais eram legais porque as Testemunhas de Jeová ativismo em Moscou é ilegal.

TEDH decidiu que os direitos deles foram violados nos termos do artigo 5.º da Convenção Europeia dos Direitos Humanos (direito à liberdade e à segurança), considerando a sua detenção coercitiva. Além disso, o tribunal considerou os direitos dos recorrentes foram violados nos termos do artigo 9 (liberdade de pensamento, consciência e religião), como não houve outra causa que não o assédio, para uma operação policial intrusiva serviço Testemunhas de Jeová.

Link original: http://rapsinews.com/judicial_news/20141118/272606864.html

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: