Trator teria causado acidente com ônibus de estudantes em São Sebastião


Famílias aguardam liberação dos corpos pelo IML de Arapiraca; não haverá velório coletivo, informam secretários

Acidente vitimou fatalmente seis pessoas em São Sebastião - FOTO: CORTESIA

Acidente vitimou fatalmente seis pessoas em São Sebastião – FOTO: CORTESIA

O secretário de Comunicação de Teotônio Vilela, Luciano Amorim, informou à Gazetaweb, na manhã desta sexta-feira (31), que, segundo relatos de testemunhas, o ônibus da cidade se chocou frontalmente com o outro de Junqueiro após desviar de um trator que seguia viagem pela rodovia AL-110, no município de São Sebastião, Agreste do estado.

Ao todo, seis pessoas morreram no acidente e outras 44 ficaram feridas. No momento, as famílias aguardam a liberação dos corpos pelo Instituto Médico Legal (IML) de Arapiraca, de onde seguem para locais distintos onde irão ocorrer o velório.

De acordo com Luciano, não se tem detalhes sobre a causa do acidente, levando em conta que a perícia saiu tarde do local e ainda teve que se deslocar para uma ocorrência de homicídio em Arapiraca. Porém, testemunhas contaram ao secretário de Transportes da cidade – que se deslocou até a rodovia logo após o desastre – como teria sido o incidente.

“Pessoas que estavam lá disseram que um trator apareceu na pista e o motorista de Teotônio ainda desviou dele, mas veio a colidir frontalmente com o outro ônibus. Não sabemos a direção do trator nem outros detalhes. Acredito que o restante das informações será com a Polícia Civil”, informou o secretário.

VELÓRIO E SEPULTAMENTO

Luciano Amorim disse que as famílias aguardam a liberação dos corpos, que está prevista para as 13h. De lá, eles seguem para locais diversos, já que não haverá velório coletivo, como pretendiam as prefeituras das cidades. Ao todo, morreram seis pessoas, sendo que três delas serão veladas em Teotônio e outras três em Junqueiro.

O motorista Otávio Plácido e a Joelma da Silva serão velados no Complexo Educacional da Prefeitura, situado na Avenida Jorge Vilela, no Centro de Teotônio. Já a vítima Débora Afra será velada no Salão do Reino das Testemunhas de Jeová, também no Centro da cidade.

Por sua vez, o velório de Jonas Everson acontecerá na casa de parentes, no Sítio Filó, em Junqueiro; o do outro motorista Denis Francisco da Silva será no povoado Riachão, na mesma cidade; e o de Amanda Silva no povoado São Benedito, também no município de Junqueiro. Todas os locais ficam na zona rural.

“No caso de Teotônio, os sepultamentos vão ocorrer no único cemitério da cidade, com exceção de Débora, que será sepultada em Coruripe. Não sabemos a hora ainda. Às 15h, haverá um ato ecumênico no Complexo Educacional”, reforçou Luciano. Já o secretário de Comunicação de Junqueiro, Jair dos Santos, afirmou que os corpos devem ser sepultados às 17h. “Denis será no cemitério do povoado Riachão e Amanda no cemitério da cidade, mesmo”.

Os gestores falaram que o clima nos municípios é de extrema comoção, porque todos se conheciam e eram pessoas que batalhavam diariamente, seja no trabalho ou estudo.

Link original: http://gazetaweb.globo.com/portal/noticia.php?c=30562

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: