(G1) Criança morta por bala perdida em Porto Alegre estava a caminho da igreja, diz familiar


Menino foi atingido com um tiro na cabeça ao tentar comprar doce no caminho para a igreja. Homens tentaram executar desafeto e acabaram atingindo criança.

 Menino vivia com a família na Lomba do Pinheiro, em Porto Alegre (Foto: Reprodução/ RBS TV)

Menino vivia com a família na Lomba do Pinheiro, em Porto Alegre (Foto: Reprodução/ RBS TV)

O menino de 9 anos que morreu com um disparo de bala perdida na região da cabeça, em Porto Alegre, na noite de sábado (15), estava a caminho da igreja, acompanhado de uma das irmãs e da avó. O relato foi feito por um parente que preferiu não se identificar durante o velório da criança, neste domingo (16).

Adryan Joaquim Rolim da Rosa, de 9 anos, estava cursando terceira série do ensino fundamental. Ele foi atingido com um disparo na Rua Guaíba, perto da Escola Municipal Afonso Guerreiro Lima.

A família pediu que o momento de luto fosse respeitado durante o velório, e o enterro que aconteceram no domingo no Cemitério Jardim da Paz.

 Cortejo da família, que pediu privacidade, durante enterro no Cemitério da Paz. (Foto: Josmar Leite/ RBS TV)

Cortejo da família, que pediu privacidade, durante enterro no Cemitério da Paz. (Foto: Josmar Leite/ RBS TV)

O familiar relatou, no entanto, os momentos que antecederam a morte de Adryan. Ele caminhava com a avó e com a irmã pela rua em direção à igreja. A família é Testemunha de Jeová. A mãe tinha se atrasado um pouco, mas seguia logo atrás, acompanhada da outra filha.

Durante o trajeto, Adryan pediu para comprar um doce em um bar que ficava no caminho. A avó autorizou, e ficou do outro lado da rua enquanto o menino entrava no mercado.

 UPA onde a criança foi atendida após ser baleada (Foto: Reprodução/RBS TV)

UPA onde a criança foi atendida após ser baleada (Foto: Reprodução/RBS TV)

Neste momento, dois homens chegaram em duas motos e abriram fogo contra um desafeto que estava no local. Conforme o relato do familiar, foram muitos tiros, e um deles acabou atingindo a criança na altura do olho.

O alvo dos criminosos, conforme a Polícia Civil, fugiu do local sem ser atingido pelos atiradores.

O familiar que relatou a história conta que vive bem próximo do local onde o menino foi baleado. Após ouvir os tiros ele saiu de casa para ver o que tinha acontecido e ouviu alguém dizer que uma criança tinha sido baleada.

Quando chegou no local, reconheceu Adryan. Ele socorreu a criança em seu carro e dirigiu até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da região. Os médicos tentaram reanimar o menino, mas após cerca de uma hora, foi constatado o óbito.

O delegado Rodrigo Reis, da 1ª Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), diz que por enquanto a hipótese mais provável é a de que a criança realmente tenha sido vítima da violência gerada pelo tráfico de drogas.

“Já fizemos alguns levantamentos preliminares no local do crime, e hoje (domingo ) já trabalhamos com algumas hipóteses”, afirmou, dizendo que parentes e testemunhas serão chamadas para prestar depoimento.

Conforme o delegado, é importante também a participação de moradores que possam contribuir com informações. Não é necessário se identificar. O número para a denúncia é 0800-51-046-69

Link original: http://g1.globo.com/rs/rio-grande-do-sul/noticia/crianca-morta-por-bala-perdida-em-porto-alegre-estava-a-caminho-da-igreja-diz-familiar.ghtml

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: