[Sputnik] Testemunhas de Jeová recorrem da proibição de sua atividade na Rússia


O “Centro de Direção das Testemunhas de Jeová” recorrerá da decisão do Tribunal Supremo de proibir sua atividade no território da Rússia, segundo os dados da organização.

 © AFP 2017/ Martin Bureau

© AFP 2017/ Martin Bureau

“O Tribunal Supremo decidiu desmantelar a organização religiosa centralizada dos Testemunhas de Jeová na Rússia, assim como todas as 395 organizações religiosas locais desta religião […] os crentes estão preparando a apelação que deve ser examinada em um mês”, diz a nota publicada no site da entidade.

O Tribunal Supremo da Rússia considerou a atividade do “Centro de Direção das Testemunhas de Jeová na Rússia” como extremista e a proibiu no país.

O “Centro de Direção das Testemunhas de Jeová” pode recorrer da sentença do Supremo e, neste caso, a disposição relativa à proibição não terá efeito enquanto o juiz analisa o recurso. Enquanto isso, o Ministério da Justiça, que entrou com a ação para proibir as Testemunhas de Jeová na Rússia, já suspendeu o trabalho do “Centro” até que o Supremo dite a decisão final.

O “Centro de Direção das Testemunhas de Jeová na Rússia” é a organização principal que controla as filiais dos Testemunhas de Jeová na Rússia.

O “Centro” tem sempre problemas com a lei, que vão desde as proibições da sua atividade e encerramento das filiais até às multas por divulgação de materiais extremistas.

Link original: https://br.sputniknews.com/sociedade/201704218212289-testemunhas-jeova-voltam-russia/

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: