Archive for the ‘2017’ Category

[Portal GCN] Testemunhas de Jeová fazem mutirão para pintar Lanchão


Reportagem de Edson Arantes

O Estádio Municipal ‘Lanchão’ será pintado em 3 e 4 de junho e por pelo menos 300 voluntários - Foto de: William Borges/Comércio da Franca

O Estádio Municipal ‘Lanchão’ será pintado em 3 e 4 de junho e por pelo menos 300 voluntários – Foto de: William Borges/Comércio da Franca

O Estádio Municipal “Lancha Filho”, o “Lanchão”, ficará mais bonito e confortável para receber os jogos da Francana. Testemunhas de Jeová de Franca e cidades da região vão fazer um grande mutirão para pintar o estádio. A força-tarefa será realizada nos dias 3 e 4 de junho e deverá reunir pelo menos 300 voluntários. A Prefeitura não vai gastar nem um centavo.

A reforma do Lanchão se dará por meio de uma parceria. O acordo, que vinha sendo costurado há vários dias, foi fechado na tarde de ontem após reunião entre representantes da Prefeitura, que é a administradora do estádio, e líderes dos religiosos.

As Testemunhas de Jeová vão se encarregar da pintura e, em contrapartida, o município cederá o campo sem custos para eles realizarem o Congresso Regional em julho.

“Foi uma parceria boa para todos. Vamos ficar com o estádio mais bonito para receber os torcedores sem precisar investir recursos públicos. Se a Prefeitura fosse fazer o serviço, acredito que gastaria pelo menos uns R$ 30 mil”, disse Marlon Centeno, presidente da Feac (Fundação do Esporte, Arte e Cultura).

A Prefeitura vai fazer apenas a limpeza e preparar o estádio para receber a pintura. O restante, será com os fiéis. “Vamos pintar as arquibancadas, vestiários e cabines de imprensa. Esperamos concluir tudo em dois dias. Para isso, vamos reunir voluntários de Franca e de cidades vizinhas. Estamos muito felizes com esta parceria que será positiva para nós e também para o município”, disse Carlos Alberto de Souza, representante das Testemunhas de Jeová.

Ele acredita que o mutirão vai reunir de 300 a 600 voluntários. O grupo vai se concentrar no estádio às 7h30 para organizar e dividir as tarefas. Às 8 horas, será feita uma oração. “Em seguida, vamos colocar a mão na massa, ou melhor, na tinta.”

Os fiéis vão se encarregar de comprar as tintas, pincéis e demais materiais que serão usados no mutirão. As empresas Piratininga Tintas e Franca Cores vão doar parte dos produtos. A expectativa é de que na tarde do domingo, dia 4, o estádio esteja novinho em folha.

Não é a primeira vez que os fiéis realizam ação do tipo. No mês passado, os religiosos pintaram o estádio Santa Cruz, do Botafogo de Ribeirão Preto, também em troca do direito de realizar seus congressos e assembléias no local.

O Congresso Regional das Testemunhas de Jeová em Franca será realizado nos dias 14, 15 e 16 julho. Os organizadores esperam cerca de oito mil pessoas todos os dias.

Caso a Francana se classifique para a próxima fase do campeonato Paulista, não poderá jogar em casa no domingo, dia 15 de julho. “O presidente já conversou com a Federação (Paulista de Futebol) e a partida poderá ser remanejada para outra data”, disse Marlon Centeno.

Em três jogos em casa este ano, a Francana levou quase dez mil pessoas ao estádio. O time tem a melhor média de público do Campeonato Paulista da quarta divisão e chega a ultrapassar até clubes da primeira, como São Bento, Ituano, Santo André e Ferroviária. Se estivesse na Série A2, perderia apenas para o Guarani. Nenhum dos 20 times da terceira divisão levou mais torcedores ao campo.

Link original: http://gcn.net.br/noticias/352563/franca/2017/05/testemunhas-de-jeova-fazem-mutirao-para-pintar-o-lanchao

MANCHETES de Elesbão Veloso no Painel Popular Edição 772- domingo, 21 de maio 2017


Por: José Loiola Neto, da redação Elesbão News

>> Antes mesmo de serem entregues à comunidade, prédios públicos são alvo de vândalos em Elesbão Veloso.

>> Prossegue nesta segunda-feira, o pagamento do Bolsa Família. Recebem amanhã quem tem cartão com NIS final 3.

>> Aposentados começarão a receber o salário referente a maio na próxima quinta, dia 25 de maio. Primeiro recebe quem ganha um mínimo com cartão final 1.

>> Estado paga servidores a partir do dia 30 de maio. Primeiro recebe quem ganha até R$ 1.200,00.

>> Após 45 anos, ex-garimpeiro Juvenal Moura Fé, o “Compadre Juva” estar de volta a Elesbão Veloso, sua terra natal.

Compadre Juva: de volta a Elesbão Veloso depois de 45 anos

Compadre Juva: de volta a Elesbão Veloso depois de 45 anos

>> Sábado letivo com número reduzido de alunos no Ceep Benedito Leal. No turno noite, apenas seis alunos compareceram.

>> Ruas com calçamentos estourados e com afundamento em Elesbão Veloso. Pontos críticos ficam na Piçarra e Santa Clara.

>> Ceep Benedito Leal vai promover manhã de sol dia 4 de junho, no Clube Recreativo.

>> Morreu durante a madrugada deste domingo, o aposentado Euclides Pereira da Silva, morador da Vermelha.

>> Mestre de obras da Emcil, Francisco Edson Mendes denuncia onda de vandalismo contra nova creche, na Piçarra.

>> Festejos de Nossa Senhora de Fátima prossegue até 31 de maio.

>> Rua do Pici, acesso ao cabaré volta a expor afundamento em trecho localizado no cruzamento com Avenida João XXIII.

>> Diretoria do Sindicato Rural toma posse na próxima quarta. Presidente Cícero do Cabana dá detalhes acerca da solenidade.

>> Cícero do Cabana quer fortalecimento dos assentamentos na zona rural.

>> Moradores do Biriquinha Coimbra reclamam de destinação incorreta de lixo no local.

>> Diretora da FAEVE fala sobre inauguração da instituição, proposta pedagógica e lançamento de vestibular.

>> Elesbão Veloso registra chuvas e aproveitamento da safra será a melhor em 10 anos.

>> Vândalos atuam e quebram luminárias de postes no Capitão Mundoco.

>> Ruas do Matias sem água durante o dia, denunciam moradores.

>> Supervisor do Emater-PI aponta inadimplência no Agroamigo e chama devedores para negociação.

>> Antônio Campelo da Silva, neto de João Vieira, fala da ida a São Paulo em 1981 e explica porque as Testemunhas de Jeová se abstém de sangue.

>> Elesbonense perde a vida em acidente com moto em THE. Zé Edimar foi vítima de atropelamento, quando se dirigia ao trabalho.

>> Papo com idosos será com a aposentada Dionísia Gomes da Silva, moradora da Rua Coronel Edmundo Soares, bairro de Fátima.  

ESPORTE LOCAL
>> Divulgados os jogos da primeira rodada do Copão Rural. Torneio começa no próximo sábado, dia 27/5 com abertura prevista para comunidade Mosqueada. Jogo entre o atual campeão Mosqueada x Torre. No dia seguinte pela chave b, na Alta Vista jogam

>> Seleção de Cinquentões de Elesbão Veloso fará amistoso no próximo sábado, dia 27 de maio em Barro Duro, contra o selecionado local. Partida é o início da preparação para disputa da Copa Cinquentões do Médio Parnaiba, prevista para começar em setembro.

>> Campeonato da Amizade no Monte Castelo terá prosseguimento neste domingo, com a realização de dois jogos.

>> Ceep Benedito Leal programa para os próximos dias a disputa de torneios de futebol masculino e feminino. No Masculino, pelo menos oito times já asseguram participação. As equipes são formadas por atletas que estudam no Centro Educacional.

>> Escolinha MA de Marcone Alves categorias sub 14 e sub-15 realizou treinos durante a tarde deste sábado no Campo do Ferrim, no Capitão Mundoco. Time principal jogará amistoso sábado, dia 27 de maio, diante do Chapada Sport, atual campeão em Francinópolis.

PAINEL POPULAR- Um produto do departamento de jornalismo- produção, redação de notícias, coordenação e apresentação José Loiola Neto.

Link original: http://www1.elesbaonews.com/2017/05/manchetes-de-elesbao-veloso-no-painel.html

[Manitoulin Expositor] Testemunhas de Jeová constroem um novo Salão do Reino em Little Current (Inglês)


O atual Salão do Reino em Little Current será demolido em breve e um novo construído a partir do próximo mês.

O atual Salão do Reino em Little Current será demolido em breve e um novo construído a partir do próximo mês.

LITTLE CURRENT—A congregação das Testemunhas de Jeová Little Current vai dizer adeus ao seu antigo local de adoração e receber um novo Salão do Reino em sua propriedade de Wilson Street.

Nas próximas semanas, os moradores verão o antigo Salão do Reino demolido e um novo construído em seu lugar.

“A Congregação das Testemunhas de Jeová de Pequena Corrente certamente teve um pequeno começo”, disse Garry Whyte, uma pequena testemunha atual.

O Sr. Whyte, junto com sua esposa Betty, foram membros do Salão do Reino desde que a congregação foi oficialmente estabelecida em junho de 1965.

“Naquela época, menos de uma dúzia de pessoas compunham a congregação e nos encontrávamos na sala de uma velha casa que alugavam em 27 Vankoughnet Street West”, explicou Whyte a esses primeiros dias. “Este pequeno grupo se manteve ocupado compartilhando as verdades da Bíblia com muitos na comunidade e como resultado, superou suas instalações de reuniões dentro de cinco anos”.

Em 1970-71, o grupo tinha crescido para cima de 35 e assim começou a procurar uma propriedade que lhes permitiria construir um novo Salão do Reino em Little Current. O lote 34 no lado sul da rua de Wilson leste foi comprado e os planos foram feitos para construir o edifício de 24 pés por 48 pés que logo serão demulidos.
A congregação pequena atual da corrente levanta para uma foto em 1965 fora do salão do reino original situado na rua de Vankoughnet.

O Sr. Whyte explicou que parte dos materiais para o Salão do Reino foram obtidos da antiga casa Dawson, conhecida localmente como “o castelo”, então propriedade do falecido B.G. Turner e localizado perto da casa da família Turner na Rua Robinson. O castelo, antes de sua demolição, tinha sido mais recentemente utilizado como um local de encontro de jovens.

“Foram feitos arranjos para obter parte do material do prédio que está sendo demolido”, continuou Whyte. “O pequeno grupo de testemunhas formado por mulheres, crianças e homens trabalhou muitas horas puxando unhas e limpando o material para torná-lo reutilizável para construir seu novo Salão do Reino. Alguns desses materiais ainda são usados ​​no atual Salão do Reino, como um conjunto de portas francesas. ”

Como resultado de seu trabalho duro, eles concluíram o edifício no verão de 1971.

“O atual Salão do Reino no 51 Wilson Street East nos serviu bem nos últimos 46 anos”, disse Whyte. “Ele deu à congregação um lugar adequado para estudar a Bíblia e adorar a Jeová Deus de uma maneira digna. Várias pequenas reformas e uma maior ao longo dos anos têm ajudado a manter a propriedade em forma respeitável. Entretanto, os códigos de edifício para edifícios públicos mudaram consideravelmente desde que foi construído original, including coisas tais como a acessibilidade da cadeira de rodas, estacionamento do handicap e códigos do fogo. ”

“Esses fatores, juntamente com o fato de que nosso comparecimento pode variar de 50 a 60 pessoas, levaram-nos a acreditar que um novo Salão do Reino melhor atender às nossas necessidades atuais, bem como nossas necessidades futuras antecipadas”, acrescentou Whyte.

O novo Salão do Reino incluirá mais estacionamento, banheiros acessíveis para cadeiras de rodas, mais assentos e uma sala especial de Odawa.

A congregação Little Current levanta para uma foto em 1965 fora do salão do reino original situado na rua de Vankoughnet.

A congregação Little Current levanta para uma foto em 1965 fora do salão do reino original situado na rua de Vankoughnet.

Sr. Whyte observou que alguns membros da congregação estão ocupados aprendendo a língua de Odawa, fazendo exame de classes, e traduzindo materiais das Testemunhas de Jehovah na língua também com a ajuda de anciãos da primeira nação e de um programa de computador. Cada semana, uma reunião é conduzida em Odawa também, ao melhor de sua habilidade.

O Sr. Whyte explicou que esta decisão veio após a visita de algumas testemunhas de Blackfoot de Alberta que deram uma conversa no Salão do Reino.

“Para alguém ler alguma coisa em sua língua materna toca seu coração”, disse ele. “Se pudermos tocar seu coração e melhorar suas vidas, é isso que estamos tentando fazer com todos”. Os materiais das Testemunhas de Jeová foram traduzidos para 720 idiomas.

Enquanto o novo Salão do Reino está em construção, as Testemunhas de Jeová se encontrarão no salão Little Current Curling Club começando domingo, 4 de junho; Todos são bem vindos a participar.

“As reuniões são todas orientadas para o estudo e para a aprendizagem”, continuou Whyte.

Longe estão os dias de dezenas de Testemunhas de diversas comunidades que desciam em uma comunidade e rapidamente erigindo um novo Salão do Reino, disse ele. “Agora é um grupo central de Testemunhas qualificadas, comerciantes, que constroem os Salões do Reino”.

“Como esperado, o entusiasmo da congregação está crescendo à medida que esperamos este evento e refletimos o quão longe a congregação veio dos pequenos começos em 1965”, disse Whyte.

A Congregação das Testemunhas de Jeová da Pequena Corrente reúne-se aos domingos das 10 às 12 horas, seguida de um serviço na língua Odawa, do meio-dia até a 1 da tarde, e às terças-feiras às 19 horas.

Link original: http://www.manitoulin.ca/2017/05/24/jehovahs-witnesses-build-new-kingdom-hall-little-current/

[Portland Press Herald] Portland será anfitriã de uma das 14 convenções regionais para Testemunhas de Jeová (Inglês)


Centenas são esperadas de sexta a domingo no Cross Insurance Arena.

Centenas de Testemunhas de Jeová virão a Portland neste fim de semana para a convenção regional anual da organização religiosa na Arena Cross Insurance.

A convenção começará às 9h20 de sexta-feira e continuará até domingo, de acordo com uma programação on-line.

O evento de Portland é uma das 14 convenções regionais que as Testemunhas de Jeová realizarão em todo o país no fim de semana do Memorial Day. As Testemunhas de Jeová dizem que as convenções fortalecem a fraternidade cristã da organização e criam a oportunidade de conhecer testemunhas de outras congregações.

Link original: http://www.pressherald.com/2017/05/23/portland-to-host-jehovahs-witnesses-convention-this-weekend/

[The Real Deal] Jeffrey Gershon comprará lugar de Testemunhas de Jeová em Dumbo por US $ 60 milhões: fontes (Inglês)


Hope Street Capital desenvolvedor pode construir perto de 200K sf na propriedade

Por Katherine Clarke

 74, Adams Street

74, Adams Street

O desenvolvedor Jeffrey Gershon está contratado para comprar uma das últimas parcelas das Testemunhas de Jeová em Dumbo por cerca de US $ 60 milhões, ou quase US $ 400 por metro quadrado construível, de acordo com o Real Deal .

O site da 74 Adams Street, que abriga uma garagem de um andar, permite a construção de cerca de 200 mil pés quadrados de espaço comercial e residencial, disseram fontes.

Gershon se recusou a comentar sobre o negócio ou sobre seus planos para a propriedade, uma vez que o negócio ainda não fechou. Não estava claro se ele tinha algum parceiro nesse acordo.

O local, localizado entre as ruas York e Front, é uma das últimas parcelas remanescentes de propriedade das Testemunhas de Jeová, que recentemente transferiu sua sede mundial para Warwick, no estado de Nova York. Os desenvolvedores da Dumbo Heights, Kushner Companies , RFR e LIVWRK deverão fechar ainda este ano com a compra de um prédio de Testemunhas de Jeová que está previsto para um projeto hoteleiro de Ian Schrager como parte do complexo comercial de Dumbo Heights .

No ano passado, o Grupo Rabsky pagou US $ 65 milhões por outro dos edifícios das Testemunhas de Jeová, no 69, Adams Street. E uma parceria liderada por Kushner Companies, CIM Group e LIVWRK pagou US $ 340 milhões para a sede de 733 mil pés quadrados em 25-30 Columbia Heights no ano passado.

Gershon tem sido ativo no Brooklyn. Sua empresa, Hope Street Capital , completou recentemente o desenvolvimento do Hendrik, um condomínio de 38 unidades na 509 Pacific Street em Boerum Hill, em parceria com a AEW Capital Management.

Link original: https://therealdeal.com/2017/05/23/jeffrey-gershon-to-buy-jehovahs-witnesses-site-in-dumbo-for-60m-sources/

[SPUTNIK] Saiba as consequências da proibição das Testemunhas de Jeová na Rússia


 © Sputnik/ Ruslan Krovobok

© Sputnik/ Ruslan Krovobok

A cessação das atividades das Testemunhas de Jeová na Rússia provocará mudanças importantes nas fileiras de seus seguidores, revelou à Sputnik o professor Aleksandr Dvorkin, especializado no estudo de seitas religiosas.

É previsível que o número de seguidores da organização na Rússia diminua, mas o mais importante é que os direitos civis de muitos cidadãos russos permaneçam protegidos, opinou Dvorkin.

 © AP Photo/ Ivan Sekretarev OSCE preocupada com a proibição das Testemunhas de Jeová na Rússia

© AP Photo/ Ivan Sekretarev OSCE preocupada com a proibição das Testemunhas de Jeová na Rússia

Em 20 de abril, o Supremo Tribunal da Rússia declarou o Centro de Direção das Testemunhas de Jeová, sua principal organização jurídica no país eslavo, como organização extremista e proibiu seu funcionamento na Rússia, além de confiscar seus bens.

“Agora observamos um forte ataque contra a Rússia ligado à sentença sobre as Testemunhas de Jeová. Tentam apresentá-lo como ‘luta contra a religião, mas é falso”, afirma o professor.

A decisão não tem nada a ver com o tema da fé, nem a proíbe, já que se trata de uma entidade jurídica que manejava “enormes recursos financeiros” recrutando agressivamente novos membros e “limitando seus direitos civis”.

Testemunha de Jeová lê a Bíblia no estádio Meinau, em Estrasburgo, durante uma Assembleia regional que reuniu cerca de 12 mil Testemunhas de Jeová (1998 - foto de arquivo) © AFP 2017/ DAMIEN MEYER Testemunhas de Jeová e Rússia: tudo o que você queria saber e tinha medo de perguntar

Testemunha de Jeová lê a Bíblia no estádio Meinau, em Estrasburgo, durante uma Assembleia regional que reuniu cerca de 12 mil Testemunhas de Jeová (1998 – foto de arquivo) © AFP 2017/ DAMIEN MEYER Testemunhas de Jeová e Rússia: tudo o que você queria saber e tinha medo de perguntar

De acordo com Dvorkin, as Testemunhas de Jeová rejeitavam as bases do Estado russo, proibindo a seus seguidores servir no Exército ou de participar das eleições. Ademais, a organização não permite praticar certas profissões e dissuade ativamente seus adeptos na hora de receber formação superior.

Em geral, os seguidores deste ramo religioso se submetem a um rigoroso controle por parte da organização matriz e, frequentemente, novos recrutas integram as fileiras das Testemunhas de Jeová “por engano”.

“Ninguém impede nem proíbe que [os seguidores] se reúnam, professem a sua fé ou discutam suas crenças. Mas, pessoalmente, creio que em um futuro próximo o número de membros das Testemunhas de Jeová [na Rússia] diminuirá consideravelmente. Sem sua base financeira, já não se poderá investir tanto no recrutamento de novos adeptos e na sua expansão, e os membros existentes perderão seu interesse com a passagem do tempo”, afirmou Dvorkin.

A decisão da Justiça russa sobre a suspensão do funcionamento do Centro de Direção das Testemunhas de Jeová “se justifica pela proteção dos direitos civis” dos membros desta organização, acredita o professor.

Os defensores dos direitos humanos, inclusive nos outros países, “apenas se ocupam dos casos em que as seitas são alegadamente vítimas [na Rússia]”. Ou seja, protegem mais os organizadores, que violam os direitos humanos, do que os cidadãos afetados, observou o especialista russo.

Link original: https://br.sputniknews.com/russia/201705228448605-russia-testemunhas-de-jeova-seita-proibicao/

[rapsinews] Testemunhas de Jeová dirigem-se ao Conselho da Europa sobre a recusa da Rússia em executar a decisão do TEDH (Inglês)


A organização das Testemunhas de Jeová, proibida na Rússia como extremista, apresentou uma queixa ao Comitê de Ministros do Conselho da Europa sobre a recusa de Moscou de implementar uma decisão do Tribunal Europeu de Direitos Humanos (CEDH).

Uma cópia do pedido foi publicada no sítio Web do Conselho da Europa.

Em março de 2004, o Tribunal Distrital de Golovinsky concedeu aos promotores uma moção buscando liquidar as Testemunhas de Jeová em Moscou (LRO de Moscou). Em seguida, a organização religiosa apresentou uma queixa à CEDH. Em Junho de 2010, o TEDH decidiu a favor dos requerentes e ordenou à Rússia que lhes pagasse € 20.000 em compensação e € 50.000 por custos e despesas.

O governo russo se recusou “a implementar o julgamento acima mencionado”, de acordo com o pedido apresentado ao Conselho da Europa.

“A situação agora é crítica. Em 20 de abril de 2017, a Suprema Corte da Rússia concedeu a aplicação do Ministério da Justiça da Rússia e proibiu as Testemunhas de Jeová em todo o país e ordenou a liquidação de sua entidade jurídica nacional, o Centro Administrativo das Testemunhas de Jeová na Rússia (Centro Administrativo) 395 organizações religiosas locais (LROs) das Testemunhas de Jeová, incluindo o LRO de Moscou. Esta é agora a segunda vez que a organização candidata foi liquidada “, diz a queixa assinada pelo advogado John M. Burns.

A Suprema Corte da Rússia proibiu as Testemunhas de Jeová como organização extremista em abril de 2017.

O Ministério da Justiça disse que as violações da lei “Sobre Combate ao Extremismo” foram reveladas durante a inspeção realizada na organização. A notificação do Ministério Público sobre a inadmissibilidade de realizar atividades extremistas pelas Testemunhas de Jeová entrou em vigor, disse o Ministério.

A organização religiosa das Testemunhas de Jeová teve muitos problemas legais na Rússia. Desde 2009, 95 materiais distribuídos pela organização no país foram declarados extremistas e 8 filiais de Testemunhas de Jeová foram liquidadas.

Testemunhas de Jeová é uma organização religiosa internacional baseada em Brooklyn, Nova York. Desde 2004, vários ramos e capítulos da organização foram proibidos e encerrados em várias regiões da Rússia.

Link original: http://rapsinews.com/judicial_news/20170522/278673058.html