Archive for the ‘Bíblia’ Category

[VÍDEO] Testemunha de Jeová dá como dica de leitura o Novo Mundo da Bíblia Sagrada


Quadro de Autores e Leitores desta semana traz como dica a edição revisada da Bíblia Sagrada.Trabalho foi feito por uma comissão das testemunhas de Jeová.

Vídeo apenas no link original abaixo.

Link original: http://globotv.globo.com/tv-gazeta-al/bom-dia-alagoas/v/testemunha-de-jeova-da-como-dica-de-leitura-o-novo-mundo-da-biblia-sagrada/4083611/

Anúncios

TESTEMUNHAS DE JEOVÁ LANÇAM BÍBLIA REVISADA


Cerca de 800 mil membros das Testemunhas de Jeová do Brasil acompanharam, no último dia 22 de março, o lançamento da edição revisada da ‘Tradução do Novo Mundo da Bíblia Sagrada’ em português. Uma reunião especial, assistida simultaneamente por mais de um milhão de pessoas, contou com a presença de David Splane, membro do Corpo Governante das Testemunhas de Jeová, durante a apresentação do livro.

Ao mesmo tempo em que o livro era apresentado, cada um que estava presente à reunião recebeu um exemplar da nova Bíblia. Todo um sistema logístico foi organizado, também, para que cada pessoa presente nas congregações recebesse, ao mesmo tempo, um exemplar. A nova obra reflete as mudanças na linguagem moderna e oferece esclarecimentos sobre expressões bíblicas. A edição pode ser baixada gratuitamente em PDF ou em sua versão eletrônica, no site http://www.jw.org. (D.K.)

Link original: http://arede.info/jornaldamanha/editorias/cotidiano/testemunhas-de-jeova-lancam-biblia-revisada/

Testemunhas de Jeová lançam edição revisada da Bíblia Sagrada


Após anos de estudos e pesquisas, foi lançada nacionalmente no último domingo (22) a edição revisada da Tradução do Novo Mundo da Bíblia Sagrada em português.

A reunião — que foi transmitida simultaneamente para mais de 1 milhão de pessoas nos salões das Testemunhas de Jeová de todo o país — foi realizada no Salão de Assembleia, em São Paulo. David Splane, membro do Corpo Governante das Testemunhas de Jeová, apresentou a nova edição.

Segundo o ancião das Testemunhas de Jeová de Pato Branco, Laerte Antonio de Oliveira, a ideia da versão reeditada foi adaptá-la às mudanças da linguagem moderna, bem como esclarecer certas expressões bíblicas. “É uma Bíblia de fácil leitura e acesso, de modo que pessoas de todas as idades podem compreendê-la”, justificou.

Além disso, Oliveira conta que ela tem referências em que podem ser feitas pesquisas sobre vários assuntos. “Também possui uma introdução à palavra de Deus, com textos que correspondem a 20 perguntas bíblicas; glossário de termos bíblicos, ou seja, que explica palavras e expressões de acordo com o seu uso na Bíblia, enfim, várias características próprias dessa versão”, descreveu.

Segundo Oliveira, todas as pessoas que estiveram presentes no domingo nos salões das Testemunhas de Jeová de todo o país receberão um exemplar gratuito da Bíblia. Porém, ele conta que outras pessoas também poderão receber as suas.

“As Testemunhas de Jeová fazem um trabalho de casa em casa, incentivando as pessoas a ler a Bíblia, então normalmente entre dois e três meses passaremos em cada residência fazendo visitas”, disse.
Ele conta que caso as pessoas queiram ter essa versão da Bíblia podem solicitar nessas visitas, que serão providenciadas na medida do possível. “Lembrando que não cobramos por publicações, mas caso a pessoa queira contribuir até aceitamos que ela demonstre o seu apreço. Mas se ela não puder, não tem problema, ela poderá ter uma Bíblia gratuita em suas mãos”, afirmou.

A Tradução do Novo Mundo da Bíblia Sagrada em PDF ou em versão eletrônica também podem ser acessadas via internet através do site http://www.jw.org.

Link original: http://www.diariodosudoeste.com.br/noticias/pato-branco/10,81708,25,03,testemunhas-de-jeova-lancam-edicao-revisada-da-biblia-sagrada.shtml

Evento: Testemunhas de Jeová comemoram lançamento de nova edição da Bíblia Sagrada


Além de um exemplar gratuito da Bíblia, um PDF da edição impressa e uma versão eletrônica no novo aplicativo Biblioteca JW podem ser baixados de graça

Cerca de um milhão de Testemunhas de Jeová comemoram novo lançamento

Cerca de um milhão de Testemunhas de Jeová comemoram novo lançamento

As Testemunhas de Jeová em todo o país anunciaram o lançamento de uma edição revisada em português da Tradução do Novo Mundo da Bíblia Sagrada. O evento oficial ocorreu nesse domingo (22), foi gerado no Salão de Assembleias das Testemunhas de Jeová em Cesário Lange, estado de São Paulo e transmitido para todo Brasil. Igrejas da região de Cajazeiras e Sousa não somente assistiram como já receberam exemplares da nova edição.

Em uma reunião especial, assistida simultaneamente por mais de 1 milhão de pessoas, David Splane, membro do Corpo Governante das Testemunhas de Jeová, lançou a edição revisada da Tradução do Novo Mundo da Bíblia Sagrada em português.

A atual Comissão da Tradução do Novo Mundo da Bíblia tentou refletir as mudanças da linguagem moderna e esclarecer certas expressões bíblicas, deixando o texto mais fácil de ler e entender. Com base em análises adicionais dos Rolos do Mar Morto e de outros manuscritos antigos, essa revisão também inclui mais seis ocorrências do nome divino: Juízes 19:18; 1 Samuel 2:25; 6:3; 10:26; 23:14; 23:16.

Além de um exemplar gratuito da Bíblia, um PDF da edição impressa e uma versão eletrônica no novo aplicativo Biblioteca JW podem ser baixados de graça no site http://www.jw.org.

 

Veja abaixo a importância da Tradução do Novo Mundo da Bíblia

A BÍBLIA – GRANDE VALOR, MELHOR ENTENDIMENTO

Nova tradução facilita leitura, estudo e pesquisa do mais importante livro de todos os tempos

A Bíblia precisa ser entendida, pois é um livro de grande valor e essencial para o crescimento espiritual.

Com o passar dos anos, os idiomas mudam ganham novas palavras e novos significados. Assim, atualizar e revisar a Tradução do Novo Mundo da Bíblia Sagrada produzida pelas Testemunhas Cristãs de Jeová se tornou necessário para que seu valor e compreensão alcancem o maior número de pessoas.

Os idiomas sofrem modificações com o passar do tempo, portanto, tornou-se necessário revisar a tradução da Bíblia para que ela continue sendo entendida. Se a Bíblia não for entendida, perde seu valor.

Por que foi preciso fazer uma revisão da “Tradução do Novo Mundo das Escrituras Sagradas”?

Desde o lançamento da edição original da Tradução do Novo Mundo das Escrituras Sagradas em inglês em 1950 e em português em 1967, houve um progresso muito grande no entendimento das línguas em que a Bíblia foi originalmente escrita, o hebraico, aramaico e grego. Novos manuscritos descobertos, mais antigos do que aqueles disponíveis quando da publicação original da Tradução do Novo Mundo, trouxeram maior refinamento no texto-padrão da Bíblia.

Esses refinamentos ampliaram a utilização do nome de Deus, Jeová. Pesquisas posteriores revelaram seis lugares adicionais em que o nome divino, Jeová, deveria aparecer na Bíblia. Elas estão em Juízes 19:18 e em 1 Samuel 2:25; 6:3; 10:26; 23:14, 16. Assim, agora o nome de Deus, Jeová, aparece na Tradução do Novo Mundo 7.216 vezes, incluindo 237 vezes nas Escrituras Gregas Cristãs.

Algumas características da Tradução do Novo Mundo

1 – NOTAS DE RODAPÉ: Diversas notas foram incluídas para informar (1) traduções alternativas para expressar a mesma ideia; (2) traduções alternativas que transmitem uma ideia diferente, mas que sejam aceitáveis; (3) tradução literal de expressões hebraicas, aramaicas e gregas e (4) o significado de nomes e outras informações relevantes sobre o fundo histórico.

2 – UMA INTRODUÇÃO À PALAVRA DE DEUS: Contém textos que respondem a 20 perguntas bíblicas.

3 – APÊNDICE A: Considera princípios de tradução da Bíblia, características dessa revisão e o nome divino nas Escrituras.

4 – APÊNDICE B: Inclui mensagens bíblicas, mapas, diagramas e outras ajudas para o estudo da Bíblia.

5 – ESBOÇO DO CONTEÚDO: No início de cada livro bíblico há uma breve visão geral do livro e ajuda o leitor a localizar facilmente uma passagem bíblica.

6 – REFERÊNCIAS CRUZADAS: Cada página contém referências que direciona o leitor a um texto bíblico relacionado.

7 – ÍNDICE DE PALAVRAS BÍBLICAS: Contém uma lista de palavras e sua localização na Bíblia; contém um pequeno trecho da frase onde a palavra aparece.

8 – GLOSSÁRIO DE TERMOS BÍBLICOS: Pequeno dicionário bíblico que explica palavras e expressões de acordo com o seu uso na Bíblia.

Link original: http://www.diariodosertao.com.br/artigos/v/religiao/evento–testemunhas-de-jeova-comemoram-lancamento-de-nova-edicao-da-biblia-sagrada/20150324164738

Igreja lança bíblia revisada simultaneamente em todo o Brasil


Fiéis de Campo Grande participação da rede nacional de lançamento

Fiéis de Campo Grande participação da rede nacional de lançamento

O domingo (22) foi marcante para as mais de 800.000 Testemunhas de Jeová no Brasil e para todos os amantes da Palavra de Deus, a Bíblia. Numa reunião especial, assistida simultaneamente por mais de 1 milhão de pessoas, David Splane, membro do Corpo Governante das Testemunhas de Jeová, lançou a edição revisada da Tradução do Novo Mundo da Bíblia Sagrada em português.

Além da assistência, um fator importante foi a distribuição gratuita de um exemplar da nova Bíblia para cada presente à reunião. Outro aspecto que chamou à atenção foi a transmissão da reunião especial para cada congregação das Testemunhas de Jeová, no Brasil, e a logística para que cada presente recebesse um exemplar da Bíblia no mesmo instante em que foi lançada. O evento foi gerado no Salão de Assembleias das Testemunhas de Jeová em Cesário Lange, estado de São Paulo e transmitido para todo Brasil.

Revisão da Tradução do Novo Mundo da Bíblia Sagrada – Durante uma reunião especial realizada em 22 de março de 2015, as Testemunhas de Jeová anunciaram o lançamento de uma edição revisada em português da Tradução do Novo Mundo da Bíblia Sagrada. A atual Comissão da Tradução do Novo Mundo da Bíblia tentou refletir as mudanças da linguagem moderna e esclarecer certas expressões bíblicas, deixando o texto mais fácil de ler e entender. Com base em análises adicionais dos Rolos do Mar Morto e de outros manuscritos antigos, essa revisão também inclui mais seis ocorrências do nome divino: Juízes 19:18; 1 Samuel 2:25; 6:3; 10:26; 23:14; 23:16. Cada presente à reunião recebeu um exemplar gratuito da Bíblia. Um PDF da edição impressa e uma versão eletrônica no novo aplicativo Biblioteca JW podem ser baixados de graça no site http://www.jw.org.

Link original:

Missionários na porta (Inglês)


Foto por Greg Robbins - Licença Flickr

Foto por Greg Robbins – Licença Flickr

 

Muitas pessoas já tiveram contato com missionários de várias religiões que vêm bater à sua porta ansioso para fala-lhe sobre Deus e religião. Muitos estão ansiosos para pedir-lhes que saiam antes de começar sua história ou de qualquer tipo de informação pessoal. Enquanto a maioria já ouviu falar sobre o mormonismo e as Testemunhas de Jeová, muitos não estão cientes de sua base teológica para o seu proselitismo e as expectativas institucionais que os dirigem.

Uma das denominações que mais crescem no país, com uma participação atual oscilando em torno de 1,1 milhão, as Testemunhas de Jeová afirmam visão especial e única da Bíblia, de Deus e de sua vontade para as pessoas atualmente. Cada membro é um pregador de porta em porta e fazem isso numa base regular. Pode-se encontrá-los indo de porta-a-porta aos pares em qualquer grande ou pequena cidade nos Estados Unidos e cada vez mais em todo o mundo. Eles levam o que eles acreditam que é uma mensagem especial de Deus.

Como regra geral, eles gostam de entrar nas casas e falar, mais simplesmente podem deixar algumas revistas chamadas de ‘A Sentinela’ e ‘Despertai!’. Fundada em 1870 por Charles Taze Russell, em Pittsburgh Pennsylvania, as Testemunhas de Jeová acreditam que, a fim de ser salvo é preciso viver uma vida moralmente limpo, se arrepender de seus pecados, estudar as escrituras e adquirir conhecimentos sobre a verdadeira natureza de Deus e seus propósitos.

Aqueles que foram fiéis na execução da vontade de Deus a eles são concedidos a vida eterna, enquanto a outros, será dada uma segunda chance. Não há um inferno para os descrentes, todos são ressuscitados, mas existem aqueles que pecaram contra o Espírito Santo cuja consciência serão aniquiladas no momento da morte.

Conhecida como a “Tradução do Novo Mundo das Escrituras Sagradas, as Testemunhas de Jeová acreditam que eles possuem a mais pura e a tradução mais original baseada nas fontes mais antigas conhecidas. Esta tradução é o impulso para os seus ensinamentos. Por causa das severas restrições sobre quem pode alcançar a vida eterna, é imperativo para a adesão que a boa palavra ser compartilhado e comunicada para que todos possam ter a oportunidade de aceitar.

Outros missionários que podem revelar-se na porta da frente são os Elders Mórmon. Representando a Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias com uma adesão de mais de 15 milhões, coloquialmente conhecido como a Igreja Mórmon ou LDS, esses idosos vêm dois-por-dois com uma mensagem, enquanto semelhante ao das Testemunhas de Jeová, é bastante única. Eles afirmam que Deus visitou um menino chamado Joseph Smith, em 1820, em um bosque de árvores em Upstate New York. A mensagem dada era que Deus iria criar não só uma igreja verdadeira, mas também fornecer um novo conjunto de escrituras referidas como o Livro de Mórmon ou placas de ouro. Os Mórmons acreditam que o Livro de Mórmon é outro testamento de Cristo para ir lado a lado com os evangelhos canônicos tradicionais.

Missionários chegar na porta preparado para compartilhar uma mensagem que Deus restaurou a antiga igreja afirmam Cristo inicialmente criada, mas, em seguida, caiu em apostasia logo após a morte dos apóstolos originais. A Igreja encoraja ativamente todos os homens jovens fiéis para ir em missão de dois anos aos 18 anos assim que sair da escola. As fêmeas, embora não tão incentivada, tem a opção de servir como missionários, bem, mas eles têm que esperar até que eles são 19 anos.

Mórmons se apresentam como um grupo voltado a famílias de like-minded cristãos cuja primeira ordem de negócio é viver dignamente para que essas famílias podem ser selados para o tempo ea eternidade. Estas vedações ter lugar em que eles se referem como templos semelhantes aos encontrados nas Escrituras Hebraicas.

Quando a batida vem e missionários estão na porta, se Testemunha de Jeová ou Mórmon, eles estão se espalhando a palavra que eles acreditam que podem resultar em salvação. Embora nem todo mundo aprecia a visita e alguns vêem como uma intrusão, estes missionários foram ensinados que parte do que significa ser uma pessoa justa é compartilhar a mensagem com os outros. Embora a participação em organizações religiosas formais está diminuindo nível internacional e nacional, a associação desses dois movimentos parece estar crescendo.

Grande parte desse crescimento deve-se não só às grandes famílias que tendem a vir de ambos, especialmente mórmons, é por causa do trabalho ativo de proselitismo que continua inabalável. Da próxima vez que há uma batida na porta não pode ser apenas de alguns missionários não procuram apenas um aperto de mão gentilmente, mas para salvar a alma de alguém.

Por Matthew R. Fellows

Link original: http://guardianlv.com/2014/12/missionaries-at-the-door/

Reduzir transfusões de sangue pode beneficiar pacientes (EN)


KEVIN SACK
DO “NEW YORK TIMES”

Em abril de 2012, após ser informada de que só um transplante a salvaria de uma fatal doença pulmonar, Rebecca Tomczak começou a ligar para hospitais conceituados dos EUA. Ouviu muitas vezes para procurar outro lugar.

É que Tomczak, então com 69 anos, é testemunha de Jeová e insistia em fazer o transplante sem transfusão de sangue. Essa religião acredita que as Escrituras proíbem a transfusão, mesmo do próprio sangue, sob risco de abrir mão da vida eterna.

Dada a complexidade dos transplantes pulmonares, em que transfusões são rotineiras, alguns médicos consideravam que o procedimento acarretava perigos inaceitáveis. Além disso, com mais de 1.600 pessoas gravemente doentes à espera de um pulmão doado, seria conveniente dar um deles a uma mulher que poderia sacrificar desnecessariamente sua vida e aquele órgão?

Então Tomczak, portadora de sarcoidose, uma doença de causa desconhecida, causadora de cicatrizes pulmonares, encontrou o médico Scott Scheinin no Hospital Metodista de Houston.

Ele havia sido persuadido por pesquisas de que as transfusões muitas vezes trazem riscos desnecessários. Escolhendo pacientes com baixas probabilidades de complicações, Scheinin achava que poderia operar sem transfusões quase com a mesma segurança do que com.

O caso de Tomczak -o 11° transplante pulmonar sem transfusão sanguínea tentado no Metodista em três anos- acabaria por se tornar mais um teste de uma abordagem inovadora, desenvolvida para respeitar a crença dos 8 milhões de testemunhas de Jeová no mundo, mas que pode em breve se tornar a prática padrão para todos os pacientes cirúrgicos.

Antes da cirurgia, Tomczak combinou com Scheinin que, se algo desse errado na cirurgia, ele a deixaria sangrar até a morte.

A técnica que Scheinin usa -originalmente chamada de “medicina sem sangue” e depois rebatizada de “gestão sanguínea do paciente”- existe há décadas. O primeiro transplante pulmonar “sem sangue” aconteceu em 1996, no hospital Johns Hopkins, em Maryland. Mas, quase 17 anos depois, o grau de dificuldade de tais procedimentos permanece elevado.

Nenhum dos dez pacientes que antecederam Tomczak apresentou problemas relativos a hemorragias cirúrgicas ou anemias pós-operatórias, segundo o médico.

Scheinin, 52, disse que as circunstâncias dessas operações o deixaram mais focado. “Se aceito fazer uma ponte aórtica num paciente que recusa sangue, é um risco que ambos assumimos”, disse ele. “Com um transplante, se o paciente morre, você corre o risco de as pessoas dizerem que você desperdiçou um órgão precioso.”

Mas Scheinin também se motiva por uma ideia mais ampla -limitar as transfusões para todos os pacientes cirúrgicos. Dados recentes mostram que 1 em cada 400 unidades transfundidas está associada a um evento adverso, como uma sobrecarga circulatória ou uma sépsis.

Mas, em dezenas de hospitais com programas voltados para testemunhas de Jeová -um mercado com 1 milhão de pacientes nos EUA-, pesquisadores descobriram que os pacientes em geral se saem bem sem transfusões.

A economia também ajuda o movimento da gestão sanguínea. Administradores do Metodista dizem que transplantes pulmonares sem sangue geralmente custam 30% menos que os outros transplantes pulmonares, em parte porque a gestão prévia dos níveis de hemoglobina resulta em menos complicações e em internações mais curtas.

Antes da cirurgia de Tomczak, os médicos receitaram doses de ferro intravenoso e de Aranesp, uma droga que estimula a produção de glóbulos vermelhos. Eles também limitaram o número de coletas de sangue para exames. Cada mililitro pode contar.

Enquanto Scheinin abria a cavidade torácica da paciente e iniciava a cauterização do tecido, outro cirurgião aspirava o sangue. Em vez de jogá-lo fora, esse médico o direcionava por uma mangueira até o cilindro de uma máquina de salvação de células.

Uma centrífuga retirava as células vermelhas pesadas, que eram lavadas com solução salina e posteriormente devolvidas a Tomczak por uma inserção na veia jugular. A religião dela não vê isso como uma transfusão, porque o sangue permanece em um circuito contínuo com o organismo.

O mesmo valia para um processo chamado hemodiluição. Os médicos removeram sangue de Tomczak e o substituíram por solução salina. Isso diluía a concentração de hemoglobina no sangue restante no organismo, atenuando o impacto de uma eventual hemorragia. O sangue era posteriormente devolvido ao corpo.

A recuperação de Tomczak teve complicações, mas não relacionadas aos níveis de hemoglobina. O pulmão novo funciona perfeitamente.

Tomczak diz que Jeová deve ter guiado a mão de Scheinin. O médico, que é judeu, afirma não se importar com essa ideia.

“Eu não trocaria minhas habilidades cirúrgicas por uma vida de piedade”, disse ele. “Mas alguém pode negar que um poder superior tenha alguma influência sobre como tudo isso se desenrola?”

Link original: http://www1.folha.uol.com.br/equilibrioesaude/1247844-reduzir-transfusoes-de-sangue-pode-beneficiar-pacientes.shtml